Suspeito de estupro e assalto em Itajaí morre em confronto com a polícia após fugir da delegacia

O foragido foi capturado em um hotel na cidade de Tijucas, quando se dirigia ao terminal rodoviário para embarcar em direção a Campinas, São Paulo

Na noite desta quinta-feira (21), o suspeito de estuprar e assaltar duas jovens na trilha da Praia Brava, em Itajaí, foi morto durante confronto com a Polícia Civil. O homem, de 41 anos, havia fugido da delegacia na madrugada do mesmo dia, uma hora após ser preso pelo crime.

O crime ocorreu no dia 14 de março, quando as vítimas, de 20 e 22 anos, foram abordadas pelo suspeito, que as obrigou a voltarem pelo mesmo caminho na trilha do Morcego, sob ameaça de estar armado. Após amarrar e abusar das jovens, o criminoso fugiu levando o celular de uma delas.

Ao ter conhecimento dos fatos, a Delegacia de Polícia de Proteção à Mulher, à Criança e ao Adolescente (DPCAMI) de Itajaí iniciou uma investigação. Após análise de dados e cruzamento de informações, identificou o suspeito e solicitou a prisão preventiva, que foi deferida pelo juízo da Comarca de Itajaí.

Na madrugada do dia 20, a DIC de Itajaí iniciou diligências para localização e captura do suspeito, que havia fugido de sua residência. Após mais de 14 horas de buscas, o foragido foi capturado em um hotel na cidade de Tijucas, quando se dirigia ao terminal rodoviário para embarcar em direção a Campinas, em São Paulo.

Ao avistar a equipe da DIC de Itajaí, o suspeito tentou fugir e resistiu violentamente à prisão. Ele também havia dado um nome falso ao se hospedar no hotel. Diante dos novos fatos, ele foi autuado em flagrante delito pelos crimes de resistência e falsa identidade. Durante o confronto com os policiais, o suspeito foi baleado e acabou falecendo.

Veja também

Nossa Região

Nossa Região

Nossa Região