Funcionário de Prefeitura é preso por armazenamento de pornografia infantil

O caso começou quando uma adolescente de 13 anos, acompanhada da mãe,foi até uma Delegacia, alegando que o funcionário estava solicitando imagens de suas partes íntimas prometendo dinheiro

A Polícia Civil prendeu em flagrante um funcionário da Prefeitura de Jordânia, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, por armazenamento de conteúdo pornográfico de adolescentes, bem como exploração e incentivo à prostituição dessas vítimas. O mandado de busca e apreensão foi cumprido na residência do homem na manhã desta segunda-feira (18), após investigações que tiveram início em 23 de fevereiro deste ano.

O caso começou quando uma adolescente de 13 anos, acompanhada da mãe, compareceu à Delegacia de Polícia Civil em Jacinto, alegando que o funcionário da Prefeitura de Jordânia estava mantendo contato via celular com ela, solicitando imagens de suas partes íntimas com a promessa de pagamento em dinheiro.

Após representação da Polícia Civil, o Judiciário deferiu o mandado de busca e apreensão do aparelho celular e demais dispositivos eletrônicos na residência do suspeito. Durante as buscas, a equipe encontrou e apreendeu o celular do investigado, onde foram encontradas diversas imagens pornográficas envolvendo adolescentes, além de conversas de cunho sexual entre ele e as vítimas.

O autor foi conduzido à Delegacia em Jacinto e teve sua prisão em flagrante ratificada pelo delegado Victor Wiedenhoeft, que representou à Justiça pela conversão da prisão em preventiva. O investigado foi encaminhado ao sistema prisional, e as investigações continuam em andamento.

Veja também

Nossa Região

Nossa Região

Nossa Região